Vale do Guadiana acolhe mais dois linces libertados na natureza

0
212

Dois linces-ibéricos (Lynx pardinus), Pirata e Puntilla, foram libertados no sábado no Vale do Guadiana, no âmbito do processo de reintrodução desta espécie classificada com «perigo de extinção».

Segundo a informação oficial do Instituto de Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF), Pirata e Puntilla são dois irmãos que nasceram em Espanha, mais concretamente no Centro de Reprodução em cativeiro El Acebuche (em Doñana, Andaluzia). Nascidos na Primavera de 2018 foram agora libertados no conselho de Mértola, perante o olhar de vários técnicos e residentes na região.

Estes são apenas dois dos linces que já começaram a ser reintroduzidos na natureza, em Portugal e Espanha, em 2019.

As reintroduções de linces na natureza, vindos da rede dos centros de reprodução em Portugal e Espanha, começaram no nosso país em 2015. No ano passado nasceram 12 crias na natureza em Portugal. No Centro Nacional de Reprodução do Lince-ibérico (CNRLI), em Silves, – recuperado dos incêndios de Monchique de Agosto de 2018 – já foram formados seis casais e o período de cópulas já vai avançado.

“Dadas as circunstâncias extraordinárias causadas pelo incêndio de Monchique no CNRLI e o potencial impacto da evacuação no bem-estar dos linces-ibéricos aí albergados, não será de esperar que todas as fêmeas fiquem gestantes apesar de apresentarem comportamento reprodutivo”, escreve o ICNF.

O fogo que atingiu o CNRLI obrigou à transferência de 29 linces para centros de reprodução em Espanha. Os animais começaram a regressar a Silves no início de Dezembro.

Na mesma nota o ICNF afirma que “é muito animador e recompensador que os linces-ibéricos estejam maioritariamente a voltar à normalidade. É também testemunho do fantástico trabalho realizado pelos centros de cria em Espanha com os linces do CNRLI enquanto estes aí se encontraram”.

Publicidade
Partilhar
Susana Helena De Sousa
Formação Superior em Jornalismo (Carteira Profissional 9621): Especialização em Imprensa Escrita pelo Centro Nacional de Formação de Jornalistas (CENJOR) Formação media pela Representação da Comissão Europeia em Portugal Experiência em Jornalismo: Rádio (Voz D'Almada, PAL FM, Guadiana FM), Televisão (TVI, AXN, RTP, Canal História) e Imprensa Escrita (Jornal de Setúbal, Semanário O Algarve, Jornal i, Jornal do Baixo Guadiana); Tese de Licenciatura Bi-Etápica: «Serviço Público de Televisão», (publicação com entrevista a Carlos Pinto Coelho) Co-produção, realização e apresentação do programa de Rádio «Se Dúvidas Existem...», do Núcleo de Estudos e Intervenção Psicolõgica de VRSA Co-produção, realização e apresentação do programa «Viver Aqui», do Núcleo de Imigração da Cruz Vermelha Portuguesa de VRSA para o Alto Comissariado para o Diálogo Intercultural Assistente de Realização para Televisão Produtora para Televisão Escrita para Reportagens Televisivas Escrita de Documentário para TV «O Contrabando no Baixo Guadiana» Escrita do texto filme documental «Um Dia na Santa Casa», de Eduardo Soares Pinto Formação Avançada em Dança Contemporânea (CIRL) Formação Inicial em Teatro (TAS, Teatro O Elefante) Formação Inicial Interpretação para Televisão (Aloysio Filho pela ACT) Participação em antologia poética «5.50» (Poetas do Guadiana) Escrita de prefácio para obra editada (Os Poetas do Guadiana nos meios de comunicação social) e outra obra inédita Autora convidada do livro de contos «Ruas» de Pedro Oliveira Tavares e João Miguel Pereira Revisão de Livro de Contos inédito de Mouji Soares Curandoria de exposição de fotografia de Eduardo Soares Pinto, Espanha Co-organização da exposição internacional de arte «Minha Fukushima» na Eurocidade do Guadiana, da Peace and Art Society Organização da Exposição «Aline´s Project» em VRSA, da Peace and Art Society Apresentação de Galas Moderação de Debates e Tertúlias Apresentação de Livros Organização de eventos Co-fundadora do Eco&Design Hotel «Monte do Malhão» Co-fundadora da Mostra Internacional de Cinema «FRONTEIRAS» Voluntariado para a área da comunicação em IPSS's

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.