Esta tarde vai ser discutida na Assembleia da República a petição para requalificação a sotavento da EN125

0
168

Hoje às 15h terá início a Sessão de Plenário na Assembleia da República (AR) onde vai ser analisada e discutida a petição pela rápida requalificação da EN125, no troço Vila Real de Santo António – Olhão.

“Esperamos que todos os senhores deputados, de todas as bancadas parlamentares, tenham a verdadeira consciência da necessidade imperativa e inadiável da requalificação deste troço e que votem com a responsabilidade para o qual foram eleitos. Não aceitamos que voltem a esquecer-se dos algarvios em geral, mas principalmente dos algarvios do sotavento, sistematicamente penalizados por falta de políticas descentralizadas e de investimento público na região”, diz o «Movimento de Cidadania dos Utentes da EN125 – Sotavento», em comunicado.

Recorde-se que esta luta começou há um ano com a criação de uma Petição em que angariou as 7000 assinaturas. A Petição ganhou relevância nacional, mobilizou a sociedade civil e alguns políticos e terá estado na origem das obras de emergência levadas a cabo na EN125 a sotavento. Obras essas que não satisfizeram minimamente a ambição da população. “A repavimentação iniciou-se em Maio e abrangeu apenas alguns troços entre Vila Real de Santo António e Olhão, sendo que grande parte não sofreu qualquer intervenção e encontra-se em muito mau estado de conservação, colocando em sério risco a segurança de quem aí transita”.Em comunicado o Movimento de Utentes afirma que “apesar dessas obras terem melhorado significativamente a circulação e alguma segurança rodoviária, neste momento já o pavimento apresenta alguns estragos”, acreditando que com a “chegada de condições atmosféricas mais adversas, uma vez que as mesmas irão colocar a nu as fragilidades de uma repavimentação insuficiente e feita à pressa. Salientamos também o trabalho de regularização e desmatação das bermas”. O Movimento chama a si a responsabilidade pelo real avanço das obras, falando em “perseverança do nosso Movimento – nomeadamente a ida ao Tribunal de Contas para desmascarar os sucessivos governos na atribuição de culpa a essa instituição e as várias reportagens televisivas, escritas e radiofónicas nos vários órgãos da comunicação social nacional e local – e da população que se juntou a nós nesta luta através da assinatura da Petição, bem como das várias ações de sensibilização ao governo que temos efetuado”.

Hoje é o dia mais aguardado por quem luta pela requalificação de umas das estradas mais mortíferas do país. Recorde aqui o que foi dito pelos deputados eleitos para AR na tertúlia dedicada à temática e organizada pelo Movimento de Utentes e o Jornal do Baixo Guadiana.

Publicidade
Partilhar
Susana Helena De Sousa
Formação Superior em Jornalismo (Carteira Profissional 9621): Especialização em Imprensa Escrita pelo Centro Nacional de Formação de Jornalistas (CENJOR) Formação media pela Representação da Comissão Europeia em Portugal Experiência em Jornalismo: Rádio (Voz D'Almada, PAL FM, Guadiana FM), Televisão (TVI, AXN, RTP, Canal História) e Imprensa Escrita (Jornal de Setúbal, Semanário O Algarve, Jornal i, Jornal do Baixo Guadiana); Tese de Licenciatura Bi-Etápica: «Serviço Público de Televisão», (publicação com entrevista a Carlos Pinto Coelho) Co-produção, realização e apresentação do programa de Rádio «Se Dúvidas Existem...», do Núcleo de Estudos e Intervenção Psicolõgica de VRSA Co-produção, realização e apresentação do programa «Viver Aqui», do Núcleo de Imigração da Cruz Vermelha Portuguesa de VRSA para o Alto Comissariado para o Diálogo Intercultural Assistente de Realização para Televisão Produtora para Televisão Escrita para Reportagens Televisivas Escrita de Documentário para TV «O Contrabando no Baixo Guadiana» Escrita do texto filme documental «Um Dia na Santa Casa», de Eduardo Soares Pinto Formação Avançada em Dança Contemporânea (CIRL) Formação Inicial em Teatro (TAS, Teatro O Elefante) Formação Inicial Interpretação para Televisão (Aloysio Filho pela ACT) Participação em antologia poética «5.50» (Poetas do Guadiana) Escrita de prefácio para obra editada (Os Poetas do Guadiana nos meios de comunicação social) e outra obra inédita Autora convidada do livro de contos «Ruas» de Pedro Oliveira Tavares e João Miguel Pereira Revisão de Livro de Contos inédito de Mouji Soares Curandoria de exposição de fotografia de Eduardo Soares Pinto, Espanha Co-organização da exposição internacional de arte «Minha Fukushima» na Eurocidade do Guadiana, da Peace and Art Society Organização da Exposição «Aline´s Project» em VRSA, da Peace and Art Society Apresentação de Galas Moderação de Debates e Tertúlias Apresentação de Livros Organização de eventos Co-fundadora do Eco&Design Hotel «Monte do Malhão» Co-fundadora da Mostra Internacional de Cinema «FRONTEIRAS» Voluntariado para a área da comunicação em IPSS's

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.