Poetas portugueses brilharam em Huelva

0
142

No passado dia 21 de janeiro, três poetas portugueses: José Cruz, Célia Segura e João Pereira apresentaram a sua poesia no «Bar 1900».  Poetas de Alcoutim, Castro Marim e Vila Real de Santo António foram mostrar aos vizinhos espanhóis o que de melhor se faz no Guadiana, rio que nos une, em termos de poesia. Foi uma iniciativa organizada por um dos fundadores dos Poetas do Guadiana, António Cabrita, em colaboração com o «Bar 1900».

O evento teve a presença dos Poetas do Guadiana e seus fundadores (António Cabrita e Pedro Tavares), dos Poetas por la Paz de Huelva e respetivo Fundador (Ramón Llanes Dominguez), bem como do edil de Castro Marim, Francisco Amaral.

O recital poético preencheu de alegria os corações dos amantes da poesia que disfrutaram de tão belas palavras pronunciadas em português. A poesia é uma arte repleta de sentimento, na qual todos os que escrevem exprimem-se de modos diferentes, uns porque são almas antigas e sérias, outros são almas românticas, outros têm alegria de viver e ainda outros pelo seu sarcasmo mordaz e piadas subtis. Na poesia há lugar para todos e nessa diversidade é que está a beleza, porque temos a oportunidade de aprender muito e privar com todos. A poesia é beleza manifestada de diversas formas, ou seja, expressa as diferentes formas que cada ser tem de olhar o mundo.

Publicidade
Partilhar
Carmo Costa
Maria do Carmo Costa nasceu no Monte do Estoril, estudou e viveu alguns anos em Lisboa, mas atualmente vive em Espanha. É licenciada em Ciências da Comunicação e tem Mestrado em Relações Interculturais. Estudou inglês e espanhol em institutos de línguas. Frequentou o Curso de Fotografia, realizado pela Associação Um Quarto Escuro de Vila Real de Santo António. Publicou ebooks na Amazon, um de culinária, denominado “Bebidas Quentes e Saborosas: Receitas Caseiras e Fáceis” (versão inglesa e espanhola); publicou também ebooks infantis, tais como, “Aprender os Números com o Putchi” (versão inglesa e espanhola); “Aprender as Formas Geométricas com o Putchi” (versão inglesa e espanhola); “Aprender as Cores com o Putchi”; “As Aventuras de um Copo de Chá”; “Carol, The Flower that Dreamed to Fly”; “Uma Aventura de Natal”. Participa no grupo “Poetas do Guadiana”, onde declama poemas de sua autoria e de outros autores.

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.