Fêmea de lince-ibérico encontrada em avançado estado de decomposição no Vale do Guadiana

0
195

Com apenas cerca de 2 anos de vida, e libertada há cerca de 9 meses, a fêmea de lince-ibérico foi encontrada morta no dia 9 de janeiro, na área do Parque Natural do Vale do Guadiana. “A equipa de monitorização do ICNF detetou o animal morto em avançado estado de decomposição, através do sinal VHF de rádio da coleira emissora. A GNR deslocou-se ao local e fez um levantamento do caso bem como a recolha de amostras. As causas de morte deste exemplar são ainda desconhecidas, encontrando-se a GNR a proceder à sua investigação”, explica o Instituto de Conservação de Natureza e Florestas (ICNF) em comunicado à imprensa.

É de referir que a fêmea Opala, uma jovem nascida em 2017, no Centro de Reprodução de La Olivilla, na Andaluzia, em Espanha, foi libertada a 15/3/2018 no núcleo populacional de lince-ibérico do Vale do Guadiana, com a colaboração da Sociedade Agrícola Vargas Madeira. Tinha sido detetada pela última vez em Setembro de 2018, aparentando ter estabelecido um território na zona em que agora foi encontrada. O Vale do Guadiana conta com 11 fêmeas territoriais reprodutoras e 45 crias já nascidas na natureza. Além do seguimento por telemetria, o núcleo populacional é monitorizado também por foto-armadilhagem, que permite identificação individual de todos os exemplares.

Ainda de acordo com a nota do ICNF, “com o registo deste caso a taxa de sobrevivência dos animais reintroduzidos em Portugal situa-se nos 72% A reintrodução de lince ibérico, iniciada em 2015, tem o enquadramento do projeto LIFE Iberlince (LIFE+10/NAT/ES/000570) cuja meta é a recuperação da distribuição histórica da espécie. Espera-se conseguir uma coexistência harmoniosa entre atividades humanas sustentáveis e a viabilidade deste felino selvagem, a longo prazo, um dos mais ameaçados do mundo”.

Recorde-se que o nosso jornal já tinha avançado com a informação oficial por parte do ICNF que dá conta do «ponto negro de atropelamento do lince ibérico».

Publicidade
Partilhar
Susana Helena De Sousa
Formação Superior em Jornalismo (Carteira Profissional 9621): Especialização em Imprensa Escrita pelo Centro Nacional de Formação de Jornalistas (CENJOR) Formação media pela Representação da Comissão Europeia em Portugal Experiência em Jornalismo: Rádio (Voz D'Almada, PAL FM, Guadiana FM), Televisão (TVI, AXN, RTP, Canal História) e Imprensa Escrita (Jornal de Setúbal, Semanário O Algarve, Jornal i, Jornal do Baixo Guadiana); Tese de Licenciatura Bi-Etápica: «Serviço Público de Televisão», (publicação com entrevista a Carlos Pinto Coelho) Co-produção, realização e apresentação do programa de Rádio «Se Dúvidas Existem...», do Núcleo de Estudos e Intervenção Psicolõgica de VRSA Co-produção, realização e apresentação do programa «Viver Aqui», do Núcleo de Imigração da Cruz Vermelha Portuguesa de VRSA para o Alto Comissariado para o Diálogo Intercultural Assistente de Realização para Televisão Produtora para Televisão Escrita para Reportagens Televisivas Escrita de Documentário para TV «O Contrabando no Baixo Guadiana» Escrita do texto filme documental «Um Dia na Santa Casa», de Eduardo Soares Pinto Formação Avançada em Dança Contemporânea (CIRL) Formação Inicial em Teatro (TAS, Teatro O Elefante) Formação Inicial Interpretação para Televisão (Aloysio Filho pela ACT) Participação em antologia poética «5.50» (Poetas do Guadiana) Escrita de prefácio para obra editada (Os Poetas do Guadiana nos meios de comunicação social) e outra obra inédita Autora convidada do livro de contos «Ruas» de Pedro Oliveira Tavares e João Miguel Pereira Revisão de Livro de Contos inédito de Mouji Soares Curandoria de exposição de fotografia de Eduardo Soares Pinto, Espanha Co-organização da exposição internacional de arte «Minha Fukushima» na Eurocidade do Guadiana, da Peace and Art Society Organização da Exposição «Aline´s Project» em VRSA, da Peace and Art Society Apresentação de Galas Moderação de Debates e Tertúlias Apresentação de Livros Organização de eventos Co-fundadora do Eco&Design Hotel «Monte do Malhão» Co-fundadora da Mostra Internacional de Cinema «FRONTEIRAS» Voluntariado para a área da comunicação em IPSS's

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.