O Ano Europeu do Património Cultural no Algarve

0
27

Um vasto conjunto de iniciativas ajudaram-nos a celebrar o Ano Europeu do Património Cultural. Destacaria dum enorme rol de propostas culturais oferecidas em torno da Europa, da Cultura e do Património, ao longo do ano de 2018, a exposição bibliográfica “50 Livros, 50 Algarves” que agrupou obras sobre a região nas suas diferentes vertentes do património, sob uma imagem comum e esteve em exposição na Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional (CCDR) do Algarve, na Biblioteca da Universidade do Algarve – Gambelas, nas Bibliotecas Municipais de Faro, de Lagoa, São Brás de Alportel e Vila Real de Santo António e ainda no Seminário de Faro. De destacar a colaboração do Arquivo Distrital e da Bibiblioteca de Silves.

Esta exposição bibliográfica promovida no âmbito do Ano Europeu do Património Cultural representou também por si só a diversidade cultural da Europa, pois congregou mais de uma dezena de entidades do Algarve para celebrar a riqueza e diversidade do património a nível europeu, nacional, regional e local. O acervo documental reunido e os diversos eventos locais, constituiram um verdadeiro mosaico cultural.

O calendário do ano foi todo ele rico e ambicioso; incluindo recursos culturais diversos, debates e conversas – em torno das platibandas na arquitetura algarvia mas também dos livros, pintura, teatro, fotografia – atividades para os mais e menos jovens, projeções de cinema, inúmeras propostas culturais através das quias convidámos todos a esta reflexão e celebração. Desde o início do ano, a CCDRAlgarve, através do Centro de Informação Europe Direct Algarve, na sua missão de aproximação dos cidadãos à Europa, e a Direção Regional de Cultura, na qualidade de Ponto de Contacto Regional para o Ano, desafiaram, com inúmeras parcerias, a esta celebração do Ano Europeu do Património Cultural. O Dr Guilherme D`Oliveira Martins, Embaixador do AEPC deu-nos a honra da sua visita em mais do que uma ocasião.

Património Cultural: onde o passado encontra o futuro

Nestas efemérides em regra é o património monumental que é aludido, todavia este Ano reafirma que a história e a cultura de um povo são constituídos por várias dimensões: que decorrem frequentemente de acontecimentos mais ou menos globais, por vezes, catastróficos e responsáveis por mudanças profundas nos locais e na sua forma de organização; que resultam de uma evolução científica ou tecnológica, que vem possibilitar o desenvolvimento de novas respostas à sociedade e aos seus problemas; ou que até podem decorrer de personalidades ou novos equipamentos e infraestruturas, e assim originar propostas de inovação com vista à construção de um novo futuro.

Todas as ações foram essenciais numa celebração que extravasou a afirmação de uma identidade e de um património local e regional, mas que procurou afirmar e mostrar uma Europa pela Cultura. A cooperação que se estabeleceu e desenvolveu entre várias entidades permitiu uma celebração genuína, sentida e muitas vezes emotiva. Esta abordagem colectiva e sistémica da Cultura exigiu um trabalho contínuo de abertura e de integração de novas preocupações e de novos temas na nossa ação. Acreditamos que a actividade da Direção Regional de Cultura do Algarve ganhou uma dinâmica reforçada na sua extensão cultural e um olhar alargado sobre outros domínios de actividade que interessam a toda a sociedade civil.

Algumas atividades e parcerias que marcaram o nosso calendário

  1. A Tertúlia do Baixo Guadiana – AEPatrimónio Cultural com a Delegada Regional da cultura a Diretora do EDirect Algarve e a Comissária do 365 Algarve e a rubrica especial AEPC foram as primeiras iniciativas do ano com a parceria do Jornal do Baixo Guadiana.
  2. Dois Café com letras: o Património imaterial e Ler o Património com a DRCultura e a Universidade do Algarve
  3. Diversas Tertúlias: A originalidade das Platibandas, Traz o teu Livro, o AEPC, percursos do sal e do figo, a Europeana com especialistas e a rede de Museus do Algarve
  4. 9 sessões Porfírio na Europa em escolas do ensino básico do concelho de Faro no âmbito da Exposição dos 150 anos do  Museu Regional do Algarve
  5. Raid fotográfico em Tavira com a NAFA/ Associacao de fotografos do Algarve
  6. Montras com Património que expôs fotografias de Filipe da Palma em Faro e Portimão com a ACRAL
  7. Europa nas estórias em escolas, monumentos e feiras
  8. Celebrações na fortaleza de sagres do 10 de junho – Dia de Camoes e das Comunidades Portuguesas e do 3 dezembro – 3º aniversário de Sagres Marca Património Europeu
  9. Cinema europeu na Mostra FRONTEIRAS  EUandME  e LUX prize
  10. Exposicao Pintar a Europa art in progress com Santa Casa da Misericordia

#XmasXchange2018

O XmasXchange2018:Natal também é património – encerra o nosso ano com uma proposta de celebração conjunta do Natal acolhida também por inúmeros parceiros bibliotecas, museus, escolas, associações de que destacamos a Exposição da Dieta Mediterrânica, até final do ano na sala de exposições e os Ateliers de decorações de Natal e presépio tradicional algarvio e de tradições gastronómicas de Natal , com a colaboração de Voluntários do Serviço Voluntário Europeu da Cooperativa Contextos.

A Newsletter do EDirect Algarve, website e redes sociais procuraram acompanhar ao longo do ano as notícias, eventos e prémios que o marcaram na dimensão europeia.

A Europa e a Cultura somos todos nós, nas nossas diferenças e semelhanças, a celebrar todos os anos, sem necessidade de evocação especial. Espera-se assim que as pontes iniciadas este ano sejam a semente de iniciativas futuras. 

http://www.patrimoniocultural.gov.pt/pt/

#EuropeForCulture #EuropeDirectAlgarve #AnoEuropeudoPatrimonioCultural #CCDRAlgarve #FutureOfEurope

Publicidade
Partilhar
Centro Europe Direct do Algarve
O Centro Europe Direct do Algarve é um serviço público que tem como principal missão difundir e disponibilizar uma informação generalista sobre a União Europeia, as suas políticas e os seus programas, aos cidadãos, instituições, comunidade escolar, entre outros. Está hospedado na CCDR Algarve e faz parte de uma Rede de Informação da Direcção-Geral da Comunicação da Comissão Europeia, constituída por cerca de 500 centros espalhados pelos 28 Estados Membro da União Europeia, existindo 19 em Portugal. A Assembleia Geral Anual (AGM ) decorre nornmalmente em outubro e a rede celebrou 10 anos em 2015. Atualmente a Rede de Centros Europe Direct em Portugal inclui 19 centros e é apoiada pela Comissão Europeia através da sua Representação em Portugal. Os Centros de Informação Europe Direct atuam como intermediários entre os cidadãos e a União Europeia ao nível local. O seu lema é «Todos somos EUropa»!

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.