Unidade de Cuidados Continuados do Azinhal com reconversão de 10 camas para Longa Duração e Manutenção

0
201
Presidente da ABESFA na assinatura do protocolo com presidente da ARS Algarve

A Administração Regional de Saúde do Algarve, o Centro Distrital de Faro da Segurança Social e as Entidades gestoras das Unidades de internamento Al-Vita (Portimão) e do Azinhal (Castro Marim) celebraram no passado dia 9 de fevereiro, as adendas aos contratos-programa no âmbito do Despacho n.º 11482-A/2017, com vista à ampliação de 10 camas de Cuidados Continuados Integrados nas tipologias de Convalescença (5) e de Média Duração (5) em Portimão (na Unidade Al-Vita) e a reconversão de 10 camas de Média Duração e Reabilitação em Longa Duração e Manutenção na Unidade do Azinhal (Castro Marim). Ou seja, no Azinhal não representa mais camas, mas antes uma reconversão das existentes. A informação é avançada pela Administração Regional de Saúde (ARS Algarve) que afirma que estes protocolos servem para “alargar a capacidade assistencial da Rede Nacional de Cuidados Continuados Integrados no Algarve”.

A cerimónia de assinatura decorreu na sede da ARS Algarve, em Faro, e da parte do Azinhal juntaram-se aos restantes responsáveis presentes o presidente e o vice-presidente da Associação de Bem Estar Social da freguesia do Azinhal, António Manuel Martins Pereira e Luís Manuel Dias Martins.

A ARS Algarve diz, ainda, na nota à imprensa que “com este reforço, a Região de Saúde do Algarve dispõe atualmente de um total 529 camas de internamento destinadas a cuidados continuados integrados, sendo 74 camas de convalescença, 138 camas para internamentos de média duração e reabilitação e 317 camas para internamentos de longa duração e manutenção”. A mesma nota garante que “o Algarve é uma das Regiões do país que neste momento oferece maior cobertura assistencial a nível de internamento em cuidados continuados integrados. Também é a região que apresenta a taxa de ocupação mais elevada para todas as tipologias de internamento”.
Publicidade

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.