Eurocidade do Guadiana aposta forte no Turismo

0
55
Esta é a nova imagem da Eurocidade do Guadiana

A aposta no Turismo, aproveitando o efeito de escala, está desde o início como um dos propósitos mais fortes da criação da Eurocidade do Guadiana, formada pelos municípios portugueses de Castro Marim e Vila Real de Santo António e espanhol de Ayamonte. Constituída enquanto entidade de desenvolvimento económico integrada numa figura emergente enquanto espaço de confluências e vontades de diversas entidades de caráter transfronteiriço,a Eurocidade do Guadiana apresentou-se recentemente na Feira Internacional de Turismo de Madrid – Fitur 2018 enquanto «novo destino turístico da Península Ibérica».

Segundo os responsáveis políticos que marcaram presença neste importante certame “com esta aposta, nasce também uma nova marca turística composta pelos municípios de Ayamonte (Espanha), Castro Marim e Vila Real de Santo António que reforça ainda mais as margens do Rio Guadiana e valoriza os equipamentos existentes nas fronteiras do Algarve e da Andaluzia”. Segundo Alberto Fernández, alcaide de Ayamonte, e Luís Romão, vice-presidente da Câmara Municipal de Vila Real de Santo António, “o conjunto de valências existentes na região da Eurocidade do Guadiana” fazem deste um destino absolutamente apetecível.

As características turísticas da Eurocidade do Guadiana

“Infraestruturas desportivas, 20 quilómetros de praias de areia branca, um clima ameno, uma gastronomia incontornável, 6 campos de golfe, património histórico e cultural de elevado interesse, um rio facilmente navegável, unidades hoteleiras com boa capacidade de acolhimento e ainda um centro de congressos de dimensão e qualidade elevadas são alguns dos fatores que fazem deste destino turístico uma nova referência na Península Ibérica”, proclamam em uníssono os três municípios. Os autarcas que dirigem nesta Eurocidade a Sul de Portugal e Espanha querem-na com uma “identidade bem definida e consolidada, a vontade de crescer e de ser competitivo nesta e noutras áreas foram alguns dos pontos centrais referidos pelos dois governantes”. Mais uma vez o rio Guadiana é encarado como um elo comum, potenciador de coesão.

A estratégia de promoção conjunta do novo destino turístico irá ter continuidade na Bolsa de Turismo de Lisboa, bem como em diversas feiras e expositores da especialidade.

Associada a esta nova marca turística foi apresentado o vídeo promocional.

Conheça melhor a Eurocidade do Guadiana

A Eurocidade do Guadiana é um projeto que vai além da cooperação institucional e pretende o fortalecimento na ligação já existente entre os municípios de Ayamonte, Castro Marim e VRSA, exemplificando um novo modelo de cooperação e promovendo a convergência económica, social, cultural, turística e ambiental entre os territórios.

Visa igualmente a conjugação de esforços e recursos, através do planeamento e da gestão conjunta dos serviços e dos equipamentos dos municípios fronteiriços.

Publicidade
Partilhar
Susana Helena De Sousa
Formação Superior em Jornalismo (Carteira Profissional 9621): Especialização em Imprensa Escrita pelo Centro Nacional de Formação de Jornalistas (CENJOR) Formação media pela Representação da Comissão Europeia em Portugal Experiência em Jornalismo: Rádio (Voz D'Almada, PAL FM, Guadiana FM), Televisão (TVI, AXN, RTP, Canal História) e Imprensa Escrita (Jornal de Setúbal, Semanário O Algarve, Jornal i, Jornal do Baixo Guadiana); Tese de Licenciatura Bi-Etápica: «Serviço Público de Televisão», (publicação com entrevista a Carlos Pinto Coelho) Co-produção, realização e apresentação do programa de Rádio «Se Dúvidas Existem...», do Núcleo de Estudos e Intervenção Psicolõgica de VRSA Co-produção, realização e apresentação do programa «Viver Aqui», do Núcleo de Imigração da Cruz Vermelha Portuguesa de VRSA para o Alto Comissariado para o Diálogo Intercultural Assistente de Realização para Televisão Produtora para Televisão Escrita para Reportagens Televisivas Escrita de Documentário para TV «O Contrabando no Baixo Guadiana» Escrita do texto filme documental «Um Dia na Santa Casa», de Eduardo Soares Pinto Formação Avançada em Dança Contemporânea (CIRL) Formação Inicial em Teatro (TAS, Teatro O Elefante) Formação Inicial Interpretação para Televisão (Aloysio Filho pela ACT) Participação em antologia poética «5.50» (Poetas do Guadiana) Escrita de prefácio para obra editada (Os Poetas do Guadiana nos meios de comunicação social) e outra obra inédita Autora convidada do livro de contos «Ruas» de Pedro Oliveira Tavares e João Miguel Pereira Revisão de Livro de Contos inédito de Mouji Soares Curandoria de exposição de fotografia de Eduardo Soares Pinto, Espanha Co-organização da exposição internacional de arte «Minha Fukushima» na Eurocidade do Guadiana, da Peace and Art Society Organização da Exposição «Aline´s Project» em VRSA, da Peace and Art Society Apresentação de Galas Moderação de Debates e Tertúlias Apresentação de Livros Organização de eventos Co-fundadora do Eco&Design Hotel «Monte do Malhão» Co-fundadora da Mostra Internacional de Cinema «FRONTEIRAS» Voluntariado para a área da comunicação em IPSS's

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.