Consenso difícil para o regresso da Unidade Móvel de Saúde em Castro Marim

0
245
Unidade Móvel de Saúde é um projeto no centro da polémica em Castro Marim

De acordo com o comunicado da estrutura concelhia do PSD “afinal a grande proposta [do Partido Socialista] para valorizar e tornar mais económica a Unidade Móvel de Castro Marim era uma mão cheia de nada”.

Esta é também a posição do presidente da câmara municipal de Castro Marim, Francisco Amaral, em resposta à apresentação, na passada quarta-feira da proposta socialista para a  refuncionalização da Unidade Móvel de Saúde. Segundo Amaral, que também é médico, “acabou-se com uma Unidade Móvel de Saúde que funcionava bem, com protocolos concretos com a ASFO (Associação Social da Freguesia de Odeleite) e a ABESFA (Associação de Bem Estar da Freguesia do Azinhal), com médicas concretas, que exercem funções há dezenas de anos em Castro Marim, com enfermeiras concretas, com motorista concreto, com calendário concreto. Este serviço funcionava diariamente, com médica e enfermeira permanentes, e percorria todas as povoações da serra de Castro Marim”.

Tudo indica que gerar consenso para o regresso deste serviço à serra será algo difícil de conseguir, já que segundo os sociais-democratas “a proposta do PS de Castro Marim não passa de uma panóplia de vacuidades académicas confusas, de quem não faz a mínima ideia do que é uma Unidade Móvel de Saúde, nem nunca leu os relatórios deste serviço”.

Pode ler-se no comunicado que “esta proposta é desprovida de qualquer concretização, seja de médico ou de enfermeiro, e não passa de uma mera relação de intenções académicas, sem nada de concreto, nem identificação de custos”.

Para os sociais democratas, os socialistas “tentam sair airosamente de uma situação grave, desumana e até criminosa”, afirmando que “a proposta socialista termina com o cúmulo da irresponsabilidade e desresponsabilização, delegando no Presidente da Câmara a resolução do problema por eles criado”.

Publicidade
Partilhar
Susana Helena De Sousa
Formação Superior em Jornalismo (Carteira Profissional 9621): Especialização em Imprensa Escrita pelo Centro Nacional de Formação de Jornalistas (CENJOR) Formação media pela Representação da Comissão Europeia em Portugal Experiência em Jornalismo: Rádio (Voz D'Almada, PAL FM, Guadiana FM), Televisão (TVI, AXN, RTP, Canal História) e Imprensa Escrita (Jornal de Setúbal, Semanário O Algarve, Jornal i, Jornal do Baixo Guadiana); Tese de Licenciatura Bi-Etápica: «Serviço Público de Televisão», (publicação com entrevista a Carlos Pinto Coelho) Co-produção, realização e apresentação do programa de Rádio «Se Dúvidas Existem...», do Núcleo de Estudos e Intervenção Psicolõgica de VRSA Co-produção, realização e apresentação do programa «Viver Aqui», do Núcleo de Imigração da Cruz Vermelha Portuguesa de VRSA para o Alto Comissariado para o Diálogo Intercultural Assistente de Realização para Televisão Produtora para Televisão Escrita para Reportagens Televisivas Escrita de Documentário para TV «O Contrabando no Baixo Guadiana» Escrita do texto filme documental «Um Dia na Santa Casa», de Eduardo Soares Pinto Formação Avançada em Dança Contemporânea (CIRL) Formação Inicial em Teatro (TAS, Teatro O Elefante) Formação Inicial Interpretação para Televisão (Aloysio Filho pela ACT) Participação em antologia poética «5.50» (Poetas do Guadiana) Escrita de prefácio para obra editada (Os Poetas do Guadiana nos meios de comunicação social) e outra obra inédita Autora convidada do livro de contos «Ruas» de Pedro Oliveira Tavares e João Miguel Pereira Revisão de Livro de Contos inédito de Mouji Soares Curandoria de exposição de fotografia de Eduardo Soares Pinto, Espanha Co-organização da exposição internacional de arte «Minha Fukushima» na Eurocidade do Guadiana, da Peace and Art Society Organização da Exposição «Aline´s Project» em VRSA, da Peace and Art Society Apresentação de Galas Moderação de Debates e Tertúlias Apresentação de Livros Organização de eventos Co-fundadora do Eco&Design Hotel «Monte do Malhão» Co-fundadora da Mostra Internacional de Cinema «FRONTEIRAS» Voluntariado para a área da comunicação em IPSS's

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.