VRSA recebe competição destinada a desportistas em cadeira de rodas e amputados

0
143
Uma competição inédita em Portugal que acontece em VRSA

O Complexo Desportivo de Vila Real de Santo António acolhe, de 30 de novembro a 6 de dezembro, a sétima edição dos jogos mundiais da IWAS (International Wheelchair & Amputee Sports Federation), destinados a desportistas em cadeira de rodas e amputados.

A prova, que se realiza pela primeira vez em Portugal, conta com cerca de meio milhar de participantes (entre atletas, treinadores, dirigentes e staff médico) e será disputada por atletas das categorias sub-23, Open Class e Master Class (para atletas acima dos 40 anos de idade).

A cerimónia de inauguração realiza-se na Praça Marquês de Pombal, no dia 1 de dezembro, às 16h00, sendo esperada a representação de quase 50 países participantes.

O programa tem início nos dias 1 e 2 de dezembro com treinos para todas as modalidades, estando agendada a competição do tiro com arco, ténis de mesa e taekwondo para os dias 3 e 4 de dezembro. Já entre 3 e 5 de dezembro irão disputar-se as provas de atletismo e natação.

Para Conceição Cabrita, presidente da Câmara Municipal de VRSA, “a realização da prova no Algarve mostra não só a capacidade da região em acolher um tipo de turismo inclusivo, mas também as excelentes condições do Complexo Desportivo municipal para receber uma competição de alto nível”.

“Estamos entusiasmados com a realização dos Jogos, pela primeira vez, em Vila Real de Santo António, e ansiosos para dar as boas-vindas aos atletas em Portugal”, afirnou, por seu turno, o presidente da IWAS, Paul De Pace.

O dirigente explicou ainda que “o evento conta com o apoio total da Federação Portuguesa de Desporto para Pessoas com Deficiência (FPDD) e terá uma maior variedade de modalidades em relação às edições anteriores, oferecendo uma oportunidade aos novos atletas de ter a sua experiência nestes Jogos Mundiais IWAS”.

Durante a realização das provas, decorrerá também a assembleia geral da IWAS, que inclui as eleições internas para a direção.

A escolha de Vila Real de Santo António para esta competição é sinal do reconhecimento da qualidade e do trabalho de promoção do Complexo Desportivo de VRSA, estrutura que tem atraído dezenas de provas de interesse mediático.

Recorde-se que o Complexo Desportivo de VRSA foi recentemente integrado pela Fundação do Desporto na rede nacional de Centros de Alto Rendimento, estando vocacionado para as modalidades de atletismo, judo, futebol, triatlo e natação.

Publicidade

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.