Empresários do Baixo Guadiana que precisam de apoio têm agora um guia a pensar neles

0
33

O «Guia de Apoio ao Empresário» é uma ferramenta de trabalho para todos os agentes económicos que, no território de Baixa Densidade do Baixo Guadiana, exercem a sua atividade no setor do turismo. Trata-se de uma ferramenta da maior utilidade, sendo que aponta direções e tenta agilizar informações, processos e metodologias aos empresários e potenciais empresários e/ou investidores do e no Baixo Guadiana. O documento compila informações úteis em contexto de promoção externa; informações sobre as tendências atuais no turismo e mercados internacionais; propostas de atuação e organização do tecido económico; redes, parcerias e a oportunidades de apoio e incentivo.
O documento encontra-se disponível para download em: https://mega.nz/#!9WJhnTzS!QHFL3VamUCAU6k9fW3hnqKvR-W3dziA7z4s-KH9arRc
“O objetivo deste documento é valorizar a identidade e recursos distintivos do Baixo Guadiana e, em conjunto, desenvolver abordagens aos mercados de forma mais atrativa e assertiva, afirmando-nos como destino turístico autêntico e de qualidade ímpar”, atesta o Diretor da Odiana, Valter Matias.
A recordar que neste âmbito o projeto lançou até à data um total de 7 sessões, desde temáticas sobre linhas de apoio, matchmaking, boas práticas, capacitação para a internacionalização (entre outras), tendo como eixo basilar o combate à sazonalidade e as assimetrias entre o litoral e as baixas densidades. Em fase de conclusão será produzido também um vídeo promocional, dirigido aos mercados internacionais, que convida o visitante a conhecer o que de mais genuíno existe no Baixo Guadiana.
A empresa responsável pela implementação do projeto é a Sociedade Portuguesa de Inovação – S.P.I., que à parte das ações referidas lançou também o «Estudo sobre o Potencial do Setor Turístico do Baixo Guadiana nos Mercados Internacionais».
A salientar que este projeto tem selo da Associação Odiana e surge no seguimento das aprovações da Odiana no âmbito dos SIAC (Sistema de Apoio a Ações Coletivas), PO CRESC Algarve 2020, nomeadamente o «Turismo em Zonas de Baixa Densidade (Baixo Guadiana)» – Internacionalização.

Mais uma vez o Turismo de Natureza é «ponta de lança» no combate à sazonalidade

“Lançado na Primavera do ano passado, o projeto «Turismo em Zonas de Baixa Densidade (Baixo Guadiana)», visa uma estratégia turística para o território, estando prevista a sua conclusão em Março de 2018. A meta é conhecer o posicionamento da oferta nos mercados internacionais e concertá-la com o setor empresarial da região. Um projeto focado num turismo sustentável e que pretende combater a sazonalidade através de uma grande oferta: o Turismo de Natureza”, diz a Odiana em comunicado, mostrando que o turismo ligado aos valores naturais é também no Baixo Guadiana, e à semelhança de uma tendência regional, uma alternativa cada vez mais valorizada. 

Publicidade

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.