Treinador alcoutenejo leva Portugal à vitória no Futsal

0
174
A equipa que saiu vitoriosa e orgulha os portugueses

O treinador alcoutenejo Luís Conceição levou Portugal à grande vitória no Torneio Desenvolvimento da UEFA. Foi uma vitória por 3-2 frente à Espanha que garantiu o pleno de vitórias da Equipa das Quinas na prova que se realizou em Madrid.

A Seleção Nacional sub-17 de futsal feminino conquistou, assim, pela primeira vez no seu historial, o Torneio Desenvolvimento da UEFA, ao bater a Espanha por 3-2 no Pavilhão Polidesportivo Las Rozas, em Madrid. Aconteceu no passado Domingo, 2 de Julho.

“Depois de duas vitórias robustas frente à Ucrânia (10-1) e à Bélgica (12-4), a Equipa das Quinas sabia que o empate bastaria para ganhar o torneio – tinha vantagem sobre as espanholas no critério da diferença de golos – mas mostrou ambição e foi à procura do triunfo. Ana Gonçalves marcou o golo que deu vantagem à Equipa das Quinas no final da primeira parte e o “bis” de Telma Pereira na segunda metade contrariou os dois golos apontados pela formação espanhola. Os números da formação orientada pelo Selecionador Nacional de futsal feminino, Luis Conceição, no Torneio Desenvolvimento da UEFA são francamente positivos: 3 jogos, 3 vitórias, 9 pontos, 25 golos marcados e 7 sofridos”, pode ler-se em informação oficial da Federação Portuguesa de Futebol (FPF).

Equilíbrio em “excelente jogo de futsal”

“Foi um jogo equilibrado entre duas boas seleções. Estivemos sempre em vantagem no marcador e foi um excelente jogo de futsal. A qualidade desta seleção dá-nos garantias em relação ao futuro do futsal feminino por muitos anos. Esta geração tem grande potencial e vamos ver agora como o desenvolvem, tanto nos clubes como na seleção”, declarou à FPF Luís Conceição.

O selecionador acrescentou que “cada vez que vestimos esta camisola é especial e se queremos ser uma potência do futsal feminino temos de estar bem nos momentos decisivos. São eles que nos vão dar motivação, estatuto e confiança. Esta conquista foi muito importante por isso.” E explicou, ainda, que “conjugar resultados e formação requer tempo. No ano passado éramos a seleção mais jovem aqui e já estávamos a pensar no futuro. Sabíamos que este ano iríamos aparecer com a mesma base de jogadoras e muito mais tempo de trabalho. Isto não acaba aqui, agora o objetivo é a qualificação para os Jogos Olímpicos da Juventude.”

O treinador garantiu, ainda, que a equipa que lidera procura “rentabilizar o trabalho que tem sido feito nos clubes. Estamos muito gratos pelo nível de conhecimento do jogo com que as jogadoras chegam aqui. O campo de recurtamento está a alargar-se, a qualidade dos técnicos que trabalham com elas é cada vez maior e os clubes acompanham o investimento e a aposta que a FPF tem feito.”

 

Publicidade

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.