Crianças vão ter golfe no programa «Férias Ativas» de Castro Marim

0
56
Protocolo foi assinado com os empreendimentos turísticos «Quinta do Vale» e «Castro Marim Golfe»

De acordo com um comunicado de imprensa da organização do programa «Férias Ativas», o município de Castro Marim celebrou um protocolo de colaboração com o Castro Marim Golfe e a Quinta do Vale Golf, empreendimentos turísticos no concelho, com o objetivo de proporcionar às crianças do programa Férias Ativas (Páscoa e Verão) a prática de atividades de golfe.

“O contacto e a valorização dos empreendimentos locais, a desmistificação do golfe como um desporto caro e inacessível, a apresentação de novas perspetivas de saídas profissionais, são também objetivos desta iniciativa, além dos benefícios inerentes a esta prática desportiva, que privilegia o contacto com a natureza”, pode ler-se no comunicado.

É garantido pela organização do programa que “as crianças e jovens que frequentarem as Férias Ativas em Castro Marim terão agora acesso gratuito, condicionado ao plano de atividades, aos referidos campos de golfe”.

Férias Ativas vê crescer panóplia de atividades

Recorde-se que as «Férias Ativas», sendo uma iniciativa da câmara municipal de Castro Marim em colaboração com a empresa municipal NovBaesuris, tem como objetivo proporcionar “um conjunto de atividades sociais, culturais e recreativas determinantes para o desenvolvimento físico, intelectual e social das crianças e jovens e são, além disso, um apoio fulcral para os pais e encarregados de educação que, nestas alturas do ano, se vêm confrontados com o problema de ocupar os tempos livres dos seus educandos”. Em comunicação oficial a organização lembra que “ténis, voleibol, judo, futebol, natação e canoagem, workshops de Património na Casa de Odeleite, visitas lúdico-culturais, jogos tradicionais, ateliês de artes, de jogos interativos e de expressões plásticas na Biblioteca Municipal, visionamento de filmes e idas à praia da Alagoa/ Altura” são mais algumas das ofertas dos programas das Férias Ativas de Castro Marim, que foram, o ano passado, abertas também a crianças e jovens de fora do concelho, mediante o número de vagas e pagamentos semanais.

Dados oficiais salientam que o município de Castro Marim “aloca sensivelmente 10% do IMI coletado” a este programa.

 

Publicidade

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.